SIGA | CURTA | COMPARTILHE | CONHEÇA:               BLOG

Evento é alusivo à Semana Mundial da Alergia e o tema será urticária. Objetivo é conscientizar a população. Cerca de 30% da população apresenta um episódio de urticária em algum momento da vida. A Organização Mundial da Alergia mostra que 40% da população mundial têm alguma alergia. Crise alérgica pode levar à morte. Alergias a medicamentos, alimentos e a picada de insetos, como abelha e marimbondo, podem matar.

 

Não importa a época do ano, a alergia é um problema que já afeta cerca de 30% da população brasileira, segundo estudos da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI). E mais, a Organização Mundial da Alergia mostra que 40% da população mundial têm alguma alergia e que o número de asmáticos no mundo chegue a 400 milhões de pessoas até 2025. Ainda, a crise alérgica pode levar à morte. Alergias a medicamentos, alimentos e a picada de insetos, como abelha e marimbondo, podem matar.

 

E como tratar ou se prevenir? Com informações. Pensando nisso é que foi criado a Semana Dia Mundial da Alergia, comemorado nesse ano em todo o mundo de 02 a 08 de abril. Para marcar a data o Beiramar Shopping firmou parceria com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, Regional de Santa Catarina, e promoverá um dia de orientação para a comunidade. Sábado, dia 8, das 13h às 18h médicos alergistas de Florianópolis estarão num espaço montado na Praça de Alimentação, piso L3, disponíveis para dar informações gerais sobre doenças alérgicas. “Um enfoque será dado à Urticária, tendo em vista ser este o tema do ano da Semana Mundial de Alergia. Assim, distribuiremos folhetos explicativos e estaremos à disposição para dúvidas que surgirem”, comenta a médica alergista e membro da ASBAI-SC, Jane da Silva.

 

O enfoque maior dos médicos será a qualidade de vida.  “A urticária se manifesta através de lesões avermelhadas na pele, que coçam muito e incomodam bastante. Podem ter tamanhos diferentes e se juntar formando placas, que duram até 24 horas. Já outra informação da Organização Mundial da Alergia mostra que 40% da população mundial têm alguma alergia”, completa Jane. A doença atinge uma em cada cinco pessoas no mundo, sendo que dessas entre 1% e 2% apresentam a urticária crônica, que leva mais de seis semanas para desparecer.

 

As urticárias podem ser classificadas de acordo com a duração das lesões. São agudas quando têm até seis semanas e crônicas quando permanecem por mais tempo. “As causas mais comuns são alimentos, como frutos do mar, medicamentos, em especial analgésicos, antiinflamatórios e antibióticos, e infecções, causadas por vírus ou bactérias. Para tratá-las é preciso realizar uma anamnese detalhada, identificar as causas e combatê-las. Os sintomas podem ser aliviados com o uso de anti-histamínicos”, destaca a especialista.

 

Muito se comenta sobre as alergias, então a médica Jane da Silva destaca alguns pontos, mitos e verdades a cerca das alergias.

 

“A alergia não tem cura, mas com algumas informações e dicas conseguimos controlar os sintomas e ter uma vida saudável”, destaca a médica.

 

 

Mitos e verdades sobre as alergias

VERDADES

MITOS

O ar poluído das cidades e as mudanças climáticas contribuem para o problema.

"Bombinhas para asma fazem mal ao coração." Na realidade, as bombinhas possuem medicamentos para tratar doenças alérgicas respiratórias e seus efeitos colaterais são temporários.

Alergia é incurável, mas controlável. Tratamentos à base de cloreto de sódio (soro fisiológico), água purificada e anti-histamínicos podem controlam alguns sintomas.

"Mulheres grávidas não podem usar remédios para asma ou rinite." Na verdade, com indicação médica, a gestante pode fazer uso de medicamentos, pois os benefícios superam os riscos.

Produtos de limpeza causam alergia. Geralmente, os produtos para higienização doméstica contêm mais de um item em sua fórmula. Por vezes o corpo não tolera algum desses componentes. Pode ser o cheiro, textura, acidez etc.

"Ar-condicionado faz mal para alérgicos." É importante saber usar o aparelho para ele não desencadear problemas, então faça a limpeza completa e a manutenção em dia para não sofrer com a poeira e bactérias.

Crise alérgica pode levar à morte. Alergias a medicamentos, alimentos e a picada de insetos, como abelha e marimbondo, podem matar.

"Todo antialérgico dá sono." Em geral, isso ocorre com os anti-histamínicos clássicos de primeira geração, ou seja, os medicamentos mais antigos. Os medicamentos com novas fórmulas esse efeito é minimizado e não há aumento de apetite.

Alimentos podem causar alergia. As alergias alimentares mais comuns na infância envolvem ovo, leite, amendoim, frutos do mar e soja. Já os adultos são mais alérgicos a peixe, amendoim, frutos do mar e frutas secas.

 

"Alergia alimentar é causada por um sistema imunológico fraco." Quem tem alergia não tem um sistema imunológico fraco, mas, sim, uma resposta exacerbada do sistema imunológico a uma substância.

Limpar a casa com vassoura aumenta pode desencadear sintomas de alergias, uma vez que a vassoura levanta a poeira e as partículas ficam suspensas permitem maior contato com ácaros da poeira. Ácaros são alérgenos desencadeantes de alergias respiratórias e cutâneas, principalmente.

"Alergia alimentar é hereditária." Apesar de haver, sim, um componente genético, ele não é o único determinante da alergia alimentar. Ou seja, apesar de pais com alergia alimentar terem mais chances de ter filhos alérgicos, isso não significa que a criança necessariamente terá uma alergia, e nem que a alergia será a mesma dos pais.

Purificadores de ar podem evitar crises alérgicas. São as formas eficazes de remover pólen, pelos de animais, poeira e outros causadores de alergia do ar que respiramos.

"Alergias alimentares são para a vida toda." Nem todas as pessoas que têm uma alergia alimentar nasceram com ela. E ter alergia desde a primeira infância não significa necessariamente que a pessoa a terá para o resto da vida, ou ainda que não desenvolverá outras ao longo do caminho.

Travesseiros feitos com penas de ganso podem causar alergias. Apesar de confortáveis, os travesseiros de penas só agravam as alergias. Os modelos feitos com enchimento sintético, como poliéster, evitam o problema.

"A alergia é contagiosa." 

Dormir com animais de estimação aumenta os riscos de alergia.

"Alergia é doença de rico."

O mofo do banheiro pode causar alergias

Além de antiestético, o problema pode provocar reações alérgicas.

"Natação cura alergia

 


TAGS:

  COMENTÁRIOS

CURTA NOSSA FANPAGE


SIGA O BEIRAMAR


Flickr